Empresários cobram ações do governo para alavancar turismo regional

31 de dezembro de 1969

VÍDEO

A retomada do turismo no Estado de São Paulo e as linhas de crédito para atendimento do setor foram os principais assuntos da reunião desta terça-feira do Comitê Extra de Empresários, que contou com a participação do secretário estadual de Turismo, Vinicius Lummertz, do prefeito de Olímpia Fernando Cunha (PSD), e de Wilson Mello, presidente da Investe SP, que atua como interlocutor do grupo junto ao governador João Doria.

Lummertz ressaltou durante o encontro que o Governo de São Paulo finalizou protocolos de segurança sanitária e prepara ações imediatas de incentivo ao turismo regional, como o lançamento de uma campanha publicitária e a criação de Rotas Gastronômicas, que passa por uma curadoria especial.

“Estamos em um dos melhores ambientes para desenvolver o turismo regional. Temos boas opções no interior e na Capital. É hora de mudança de posicionamento e estamos montando um plano agressivo para que 2021, 2022 e 2023 sejam anos bem melhores”, afirmou o secretário que acredita que o setor vai contribuir fortemente com o crescimento mais acelerado no PIB. No ano passado, o segmentou cresceu quase o dobro em comparação ao PIB total do Estado.

O prefeito de Olímpia ressaltou a importância do apoio do Governo do Estado para a criação de um aeroporto internacional próximo a Olímpia e a duplicação e manutenção de rodovias no interior do Estado. A região é a que mais cresce em turismo no Estado atraindo pessoas de todos os Estados e de vários países.

“Para o próximo ano, Olímpia ampliará ainda mais o número de leitos e então precisamos diminuir a distância para trazer mais pessoas. Estamos nos preparando para a abertura dos parques temáticos em agosto e da rede hoteleira em julho. Queremos o apoio e segurança do Estado de que o empresário não vai abrir e no dia seguinte ser obrigado a fechar”, afirmou o chefe do Executivo.

Lummertz ressaltou que é preciso garantir aos turistas a segurança de que as cidades terão capacidade de atendimento hospitalar, caso seja necessário. “O turismo vai depender da margem de segurança hospitalar daquela região. Precisamos ser responsáveis”, afirma. “Respeitando o Plano São Paulo, poderemos iniciar a abertura de bares e restaurantes.”

Outro ponto de destaque do encontro foi a solicitação para que a região de Araçatuba e Birigui seja reconhecida como região de interesse turístico devido à construção de um parque em torno do Speed Kart, maior kartódromo do país, localizado em Birigui.

“Temos um grupo investidor e criaremos um complexo com hotel, outlet e a montanha russa mais rápida do Brasil, mas precisamos do apoio do Governo do Estado”, afirmou o empresário Ricardo Gracia. Além disso, a região é caminho para o novo Parque Aquático de Andradina.

Os empresários também cobraram de Mello incentivos fiscais para a instalação de indústrias no Estado de São Paulo e a liberação de créditos para empresários de médio porte do setor de Turismo, que não tem sido beneficiados pelas linhas disponíveis.

“Ampliamos o olhar do Governo de São Paulo para o interior e estamos sugerindo e cobrando ações que possam contribuir para o desenvolvimento do turismo de lazer e de negócios do Noroeste Paulista”, afirma Marcos Scaldelai, presidente do LIDE Rio Preto.

O Comitê Extra de Empresários reúne semanalmente filiados LIDE Rio Preto, LIDE Ribeirão Preto, LIDE Campinas e LIDE Baixada Santista com secretários e representantes do Governo do Estado de São Paulo para alavancar a economia. No final de cada reunião uma ata é enviada com as ações e pedidos aos setores envolvidos.

Vídeo