Comitê Extra de Empresários pede agilidade na obtenção de crédito e redução da burocracia

31 de dezembro de 1969

Reduzir a burocracia, agilizar a obtenção de crédito, acelerar a reforma administrativa e garantir autonomia aos prefeitos do Estado de São Paulo foram algumas das reivindicações feitas por empresários do LIDE Rio Preto, LIDE Ribeirão Preto, LIDE Campinas e LIDE Baixada Santista durante a primeira reunião do Comitê Extra de Empresários com Wilson Mello, presidente da Investe, que atua como interlocutor junto ao governador João Doria. O encontro aconteceu na manhã desta terça-feira, 9.

Os empresários apontaram as dificuldades que estão enfrentando durante a pandemia de Covid-19 e cobraram respostas ágeis do Governo do Estado de São Paulo, como liberação de crédito através do Desenvolve São Paulo, a redução da burocracia e ajuste fiscal para reduzir a carga tributária.

“Uma das principais dificuldades é o capital de giro. Muitas indústrias da região Noroeste Paulista têm estoque para queimar, mas com as limitações de funcionamento do comércio esses produtos não giram. Manter a operação está ficando cada dia mais difícil sem ter acesso a crédito”, afirma Ricardo Gracia, diretor da Kidy Calçados, indústria instalada em Birigui.

De acordo com Mello, o capital de giro é uma preocupação do governo estadual e ao mesmo tempo tem sido uma grande dificuldade para a Desenvolve SP. “Na semana passada recebemos R$ 650 milhões, mas os pedidos chegam a R$8 bilhões. É brutal a diferença entre o dinheiro que entra e a necessidade das empresas”, afirma.

O setor de Turismo também ganhou destaque nas reivindicações dos empresários, um dos mais afetados pela pandemia e fonte de renda para muitas cidades do interior. O Comitê cobrou um plano efetivo de recuperação desse setor. Mello se comprometeu a trazer o secretário de Turismo do Estado, Vinícius Lummertz, para as próximas reuniões, assim como o presidente da Desenvolve SP, Nelson Antonio de Souza.

“Nossa pauta de discussões envolve todo o interior de São Paulo e a Baixada Santista e busca beneficiar todos os empresários, não apenas os filiados ao LIDE. Esse canal de interlocução é de extrema importância para avançarmos de forma consciente para a retomada acelerada da economia”, afirma Marcos Scaldelai, presidente do LIDE Rio Preto.

Para Luiz Fernando Furlan, chairman do LIDE, a aproximação dos empresários com o governo é essencial para o avanço da economia. “Precisamos cultivar aliados neste cenário. Os empresários é que vão garantir a frutificação das iniciativas e fazer o país avançar.”

O Comitê Extra de Empresários volta a se reunir na próxima semana com o presidente do Investe SP e outros representantes do governo.